Modelos Internacionais de Gestão de Lares e Práticas de Gestão de Risco
PDF

Palavras-chave

envelhecimento
lares
modelos de gestão
práticas de gestão de risco

Como Citar

Silva, S., Margarido, E., Gordo, S., & Póvoa, V. (2023). Modelos Internacionais de Gestão de Lares e Práticas de Gestão de Risco. RIAGE - Revista Ibero-Americana De Gerontologia, 3, 66–83. https://doi.org/10.61415/riage.43

Resumo

Com base nos dados do INE, a população portuguesa é bastante envelhecida, com cerca de 19% da população com mais de 65 anos. Existem mais de 2,500 lares em Portugal, dos quais 70% enquadram-se no regime não lucrativo. A oferta de lares cresceu 89% entre 1998 e 2018 com uma taxa média de ocupação de 93%. Conclui-se que a oferta de lares tem crescido a um ritmo bastante considerável, porém este aumento na oferta não é o suficiente para cobrir a procura existente. A abertura de mais um lar não iria afetar os outros players de mercado dado que o addressable market é bastante superior à oferta existente. Neste âmbito é fundamental melhorar os modelos de gestão em lares e as formas convencionais de prestação de cuidados ao domicílio, bem como investir em tecnologia e no uso mais eficiente de pessoal qualificado.

https://doi.org/10.61415/riage.43
PDF