Universidade Sénior – um projeto para a promoção de um envelhecimento ativo saudável
PDF

Palavras-chave

universidade sénior
envelhecimento ativo
oleiros

Como Citar

Ventura, R. (2023). Universidade Sénior – um projeto para a promoção de um envelhecimento ativo saudável. RIAGE - Revista Ibero-Americana De Gerontologia, 3, 41–51. https://doi.org/10.61415/riage.41

Resumo

O projeto Universidade Sénior, promovido pela Câmara Municipal de Oleiros (concelho com maior índice de Envelhecimento1 e o 4º maior índice de Dependência de Idosos do país, pretende apoiar, promover e educar a população idosa do concelho através de aulas e visitas de estudo. A universidade contou com várias disciplinas entre as quais, “Saúde e Bem-estar”, “Música instrumental”, “Música Coro”, “Informática” e “Educação Física”. A atividade decorre durante um ano letivo, num ambiente de socialização, respeito e educação. Este estou apresentou como objetivo promover a socialização, educação e apoio de idosos do concelho de Oleiros. Estiveram inscritos 104 idosos. Na disciplina de Saúde e Bem-Estar foram abordados os temas de “Alterações fisiológicas do envelhecimento”, “Risco Cardiovascular”, “Saúde Mental” e “Sono”. Criou-se um espaço de partilha, valorização da importância da prevenção e hábitos de vida saudáveis e estratégias para um envelhecimento ativo saudável. Os idosos puderam manifestar e partilhar as suas preocupações. O impacto nos seniores foi considerável tendo eles manifestado o seu agrado. Atualmente assistimos a um envelhecimento progressivo da população e como tal a promoção de um envelhecimento ativo e saudável deveria ser uma prioridade dos sistemas sociais. A preservação da autonomia individual e combate à solidão tem uma importância vital. Este projeto visa oferecer ferramentas para a promoção de um envelhecimento ativo e saudável através da educação e partilha, usando um terreno cultural que permite a socialização. O único caminho para uma sociedade sustentável a nível estrutural, económico e social é o da promoção do envelhecimento ativo.

https://doi.org/10.61415/riage.41
PDF